Untitled Document
Voltar para a Home...   quarta-feira, 17 de janeiro de 2018
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Notícias Síndico News


4/7/2017
Proprietários dão condomínio e até mês de cortesia para alugar rápido
Há alugueis com até 30% de desconto, em salas comerciais e residências. Proprietários preferem alugar por menos, do que pagar sozinho despesas de condomínio e IPTU

Para não ficar com seus imóveis sem alugar, proprietários já estão aceitando pagar os três primeiros meses de condomínio, quitar o IPTU e até dar um mês de aluguel de cortesia. Com a crise econômica e o aumento do desemprego, o preço médio de imóveis vem caindo ao longo dos últimos dois anos e as imobiliárias começam a pensar em estratégias para atrair novos inquilinos.

Uma das redes que adotou os benefícios é a rede Netimóveis, que engloba oito imobiliárias na Grande Vitória. Eles entraram em contato com proprietários com mais de 60 dias com unidades vazias e buscaram negociar alternativas para fechar novos contratos. As opções valem tanto para salas comerciais como para residências nos municípios de Vitória, Vila Velha e Serra.

O diretor da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário do Espírito Santo (Ademi-ES) Charles Bitencourt afirma que os donos de imóveis avaliam que é melhor alugar por menos, do que arcar com despesa de condomínio e IPTU com salas vazias. No mercado, há proprietários que reduziram em até 30% o preço do aluguel.

“Enfrentamos nestes últimos dois anos um período difícil, vimos muitas lojas fechando e placas de ‘Aluga-se’, mas o cenário começa a melhorar. Claro que a retomada do setor não será na mesma velocidade da queda, mas já é um recomeço”, avalia.

Enquanto que o segundo trimestre de 2015 fechou com um preço médio do metro quadrado em R$ 18 nos imóveis para alugar em Vitória, este número bateu dezembro em R$ 16,67 e começa a subir novamente, atingindo R$ 16,90 em maio, uma queda de 6,1%. Os dados são de uma pesquisa realizada em maio pela Ademi.

O estudo mostra ainda que os preços mais baixos refletem em uma procura maior pelo aluguel. Em 2014, 55% das pessoas preferiam comprar um imóvel do que alugar, que era a opção de 45%. Já em 2017 este número se inverteu, a compra agora é a escolha de 41% enquanto que 59% prefere alugar.

“A prioridade das pessoas sempre vai ser sempre ter onde morar. A opção de compra é maior quando se tem uma instabilidade no mercado e mais segurança no emprego. Com a crise apertando, o inquilino dá uma chorada a mais e consegue melhorar o preço com o locatário”, conta o analista de Marketing da Betha Espaço Klinger Ramos.

 



8/12/2017
Execução de dívida de condomínio inclui valores ainda a vencer, diz STJ
8/12/2017
Morador com conduta antissocial é obrigado a sair de condomínio
5/12/2017
Justiça ágil reduz dívidas dos brasilienses com condomínios
5/12/2017
Moradores falam que o condomínio é caro, mas não vão às assembleias
5/12/2017
Levantamentos apontam crescimento significativo de mais de 40% de ações em vários estados
5/12/2017
Administradoras de imóveis sofrem para cobrar
5/12/2017
Dívidas de condomínio vincendas devem ser incluídas no curso do processo até o pagamento
5/12/2017
Mais de 60 apartamentos no bairro Camargos são interditados após queda de muro
13/11/2017
Conheça os deveres e obrigações do condomínio
13/11/2017
Conheça as responsabilidades do Zelador

Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
1239601 visitas
 
Desenvolvido por