Untitled Document
Voltar para a Home...   terça-feira, 18 de junho de 2019
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Notícias Síndico News


20/3/2019
Economia de energia no condomínio
A conscientização das pessoas ainda é a estratégia mais eficiente para a redução do consumo de energia.

A economia de energia se assemelha muito à economia de água dentro do condomínio. O primeiro ponto semelhante é a diminuição do valor da conta, que faz com que os moradores se engajem com mais facilidade. O outro ponto é que, para o condomínio conseguir economizar energia, ele precisa fazer um trabalho de conscientização com os moradores, pois o maior consumo se dá dentro das unidades e não nas áreas comuns. Saiba mais sobre economia de água em condomínio.

Quando a atitude ambiental se relaciona com o financeiro, como no caso da energia, percebe-se que há um maior número de pessoas empenhadas em reduzir os gastos, e a gestão precisa tirar proveito disso. Porém, existem várias ações que o próprio condomínio pode fazer para economizar energia.

Substituição de equipamentos
Trocar equipamentos que ocasionam excesso de consumo de energia elétrica por outros de melhor rendimento.

Implantação de instrumentos de controle
As minuterias são dispositivos elétricos que permitem manter as lâmpadas acesas temporariamente.

Existem dois tipos: a eletrônica e a eletromagnética, mas ambas permitem a instalação de sistemas coletivos ou individuais. No sistema coletivo, uma série de lâmpadas é conectada. O sistema individual é mais econômico que o coletivo e, ao contrário deste, permite ligar individualmente as lâmpadas de cada andar ao se acionar o botão de comando.

Instalação de sensores de presença
Também chamados de minuterias sensoriais, esses equipamentos acionam a iluminação ao detectar a presença de alguém ou de alguma coisa em movimento.

Existem três tipos de tecnologias disponíveis: a infravermelho, de ultrassom e a dual.

A de infravermelho é sensível a fontes de calor (corpo humano); a de ultrassom emite ondas de ultrassom que são rebatidas de volta ao receptor do sensor, acionando a iluminação; e a dual combina as duas tecnologias em um só equipamento.

Substituição do chuveiro elétrico dos apartamentos e áreas comuns
O chuveiro tradicional deve ser substituídos pelo uso de energia solar para aquecimento de água. A medida pode ser adotada através da instalação de coletores solares e do reservatório térmico. Entretanto, a implantação de sistemas de aquecimento solar em edificações existentes pode ser complexa e deve ser avaliada por especialista.

Conscientização dos moradores
A conscientização das pessoas ainda é a estratégia mais eficiente para a redução do consumo de energia. E, quando falamos em conscientização, também está em jogo a vigilância. Não só o síndico, como o zelador, os porteiros, os faxineiros e os próprios condôminos têm a responsabilidade de estar atentos aos hábitos que estão sendo prejudiciais à economia do condomínio.

 



17/6/2019
Morador só pode fazer reforma com autorização do síndico!
17/6/2019
Por que o serviço de jardinagem é tão importante para o meu prédio?
17/6/2019
10 erros da portaria que afetam a segurança do condomínio
17/6/2019
Veja quanto você economiza morando em condomínio com lazer completo
17/6/2019
Leis e normas que ajudam o convívio em um condomínio
17/6/2019
A responsabilidade na escolha da administradora de condomínios
14/6/2019
Terceirizar a administração de condomínio: sim ou não?
14/6/2019
Inadimplência no condomínio edilício, tire suas dúvidas
14/6/2019
Condomínios e consumidores entram na onda da reciclagem
14/6/2019
Expulsão judicial de condôminos expõe os limites para os vizinhos antissociais

Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
2125489 visitas
 
Desenvolvido por