Untitled Document
Voltar para a Home...   quarta-feira, 26 de julho de 2017
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Notícias Síndico News


4/7/2017
Conheça as plantas ideais para as áreas comuns dos condomínios
Cada condomínio possui suas características e espaços próprios, escolher a planta ideal para cada ambiente vai depender da condição de luz que o local recebe

Além de estar totalmente alinhada aos conceitos de sustentabilidade, investir na decoração verde pode trazer inúmeros benefícios para sua saúde e para o meio ambiente. Já vimos qual a planta ideal para cada cômodo da casa e agora chegou a vez de saber qual a planta certa para algumas áreas comuns dos condomínios.

Cada condomínio possui suas características e espaços próprios, por isso listamos possíveis ambientes comuns para tentarmos abranger o maior número de condomínios possível. Vale lembrar que escolher a planta ideal para cada ambiente vai depender da condição de luz que o local recebe, ou seja, se há incidência de sol ou predominância de sombra.

Hall de entrada:

Decorar o hall de entrada com plantas dará uma boa valorizada no ambiente e causará ótima primeira impressão aos visitantes!

SUGESTÕES:

Árvore da felicidade

– Aprecia a luz solar, mas o sol a pino não é aconselhável, pois queima as folhas;

– É uma planta imponente, com crescimento lento, cerca de 3cm por ano;

– Exige pouca manutenção;

– Precisa de umidade do ar. Em lugares mais secos, será preciso molhar mais a planta.

Palmeira Areca

– Bastante flexível, pois consegue se adaptar tanto no sol quanto na sombra;

– Ambiente ideal: meia sombra, ou seja, quando o sol bate na planta por 4h;

– Ocupa espaço, pois cresce bastante;

– Ideal para halls de entrada grandes, com bastante espaço.

Muro:

Os muros dos condomínios também podem ser decorados! Que tal criar uma cerca viva no prédio em que você mora?

SUGESTÃO:

Clúsia Fluminensis

– Consegue se adaptar tanto no sol quanto à meia sombra;

– Pode ter a função de isolar uma área, funcionando como uma cerca viva;

– Cresce bastante e fica muito cheia;

– Aceita poda.
 
Ixora

– Faz muito bem a função de bordadura de muro;

– Suas flores dão um charme especial ao local;

– Atrai borboletas e beija-flores;

– Ambiente ideal: aquele que recebe bastante sol;

– Não precisa de tanta água.

Piscina:

As plantas não devem ficar muito perto da piscina, principalmente aquelas com raízes grandes, pois elas podem crescer demais e atingir a piscina.

Escolha plantas com folhas grandes ou que demoram a cair. As folhas grandes, ao caírem na piscina, serão facilmente retiradas.

SUGESTÕES

Palmeira Cica (Cycas Revoluta)

– Palmeiras adoram áreas mais úmidas;

– Apreciam tanto lugares com sol forte quanto com sombra;

– Apresentam diferentes portes;

– Preenchem áreas grandes com pouca planta.

Norantea Brasiliensis

– Possui cachos com flores vermelhas bem bonitas;

– As folhas costumam cair pouco;

– Precisam de pouquíssima água.

 
Área de lazer:

Lugares onde circulam crianças e animais precisam de plantas sem espinhos para que não machuquem pessoas e bichos.

SUGESTÃO:

Xanthorrhoea

– Aprecia a luz solar;

– Não possui espinhos;

– Não precisa de muita água.

Obs.: Ao jogar vôlei ou brincar de bola, cuidado para não atingir as plantas!

Jardim:

Ainda que seu condomínio tenha pouco espaço, vale a pena investir em um pequeno jardim. E mais: pense na possibilidade de fazer uma horta coletiva!

SUGESTÕES

Lírio da paz

– Adora sombra e meia sombra.

– Não gosta de muito sol. Suporta, no máximo, 4 horas de luz solar.

– Adora cidades úmidas, como o Rio de Janeiro.

 
Jabuticabeira

– Não gosta de poda.

– Precisa de espaço pra crescer.

– Aprecia sol pleno;

– Precisa de bastante água;

– Além de garantir um belo visual, proporcionará frutas fresquinhas e deliciosas para os moradores!

Obs.: As jabuticabeiras demoram em média 10 anos para dar frutos. Hoje em dia existem lugares que vendem o arbusto adulto pronto para frutificar!

Garagem fechada:

Ambientes com pouquíssima entrada de luz não oferecem condições adequadas para o crescimento das plantas, pois elas precisam de luz para fazer fotossíntese.

SUGESTÃO

A melhor opção é investir nas plantas artificiais! Hoje em dia, muitas delas são parecidíssimas com as naturais e ainda têm a vantagem de não darem trabalho.

Gostaram das sugestões? Agora é olhar para cada cantinho do seu condomínio, verificar a condição de luz de cada ambiente e iniciar a decoração verde do seu prédio! Já imaginou como seria fantástico se todos os condomínios tivessem pelo menos um cantinho verde? Então, compartilhe essas informações com seus amigos e vizinhos! Quem sabe eles não se animam já colocam a mão na massa, ou melhor, na terra!

 



26/7/2017
É permitido home office dentro de condomínio?
21/7/2017
Veja como ter uma limpeza eficiente no Condomínio
21/7/2017
3 ações para eliminar o desperdício de água no condomínio
20/7/2017
Cachorros em apartamento: saiba tudo sobre seus direitos e deveres
20/7/2017
Uso correto dos elevadores sociais e de serviços
20/7/2017
Como resolver problemas com vagas de garagem em condomínio
20/7/2017
5 coisas que todo síndico deve saber sobre reformas em condomínios
20/7/2017
Jardins exigem cuidados especiais no inverno
7/7/2017
Inverno é melhor época para obras de manutenção e reforma em condomínios.
7/7/2017
Piscinas limpas no inverno

Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
949534 visitas
 
Desenvolvido por