Untitled Document
Voltar para a Home...   domingo, 18 de agosto de 2019
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Notícias Síndico News


31/7/2019
Comprei um apartamento com dívida de condomínio, sou responsável pelo pagamento?
Independente de quem era o dono do imóvel, aquele que adquirir o imóvel ficará sim responsável pelo adimplemento

Dívida de Condomínio

A taxa de condomínio é uma obrigação imposta a todos os condôminos, com a finalidade que estes concorram com as despesas oriundas do bem comum. Na convenção de condomínio é que devem estar previstas a quantia, a forma e o prazo de pagamento da taxa condominial, além de eventuais sanções e multas pelo atraso ou inadimplência. O Código Civil (artigo 1.336, I) também estabelece “a necessidade de contribuição do condômino para as despesas comuns, na proporção de sua fração ideal”, ou seja, o pagamento da taxa condominial não se trata de uma opção para os condôminos e sim de uma obrigação. Neste sentido, cabe esclarecer que a dívida condominial tem natureza propter rem, que significa dizer “em razão da coisa”, assim, a dívida de condomínio segue com o imóvel ainda que haja transmissão a qualquer título deste. Em outras palavras, a despesa condominial é uma obrigação do próprio imóvel, ela adere a ele, acompanhando o bem em si e não o seu proprietário.
Desta forma, independente de quem era o dono do imóvel no período em que a dívida de condomínio foi constituída, aquele que adquirir o imóvel ficará sim responsável pelo adimplemento dos débitos eventualmente existentes. Também é importante alertar que a dívida condominial acarreta diversos prejuízos aos proprietários. Um deles é a perda do direito de voto e a participação nas assembleias de condomínio. Outro prejuízo é que, considerando a natureza propter rem já mencionada, a dívida condominial poderá ser paga através de penhora e leilão do bem imóvel, ainda que este seja o único bem residencial da família! Dadas as graves consequências do inadimplemento da taxa de condomínio é prudente sempre que se for adquirir um imóvel buscar assessoramento profissional e avaliar os documentos relativos ao imóvel, verificando a eventual existência de dívidas pois ao comprar um imóvel com dívida condominial o adquirente se tornará responsável por ela. 

Janine Bertuol Schmitt* A autora é Advogada em Santa Cruz do Sul, RS. Bacharel e  Direito pela Universidade de Santa Cruz do Sul. Pós-graduada em Direito Imobiliário pela Escola Paulista de Direito. Advogada militante, presta assessoria jurídica e consultoria imobiliária para urbanizadoras, construtoras e incorporadoras. Autora de diversos artigos e publicações na área de direito imobiliário.

 



16/8/2019
Condomínio que pode ‘travar’ a Raposo Tavares vira alvo de batalha judicial
16/8/2019
Família do zelador pode usar áreas comuns do condomínio?
16/8/2019
Arrematante de imóvel responde por despesas vencidas de condomínio
16/8/2019
Contador para condomínios é obrigatório ou é opcional?
16/8/2019
Como ocorre a definição de regras no condomínio
16/8/2019
O que faz uma administradora de condomínios?
31/7/2019
Como está o telhado do seu condomínio?
31/7/2019
Cuidados com infiltrações e impermeabilização no condomínio
31/7/2019
Seguro do apartamento x seguro do condomínio: Qual a diferença?
31/7/2019
Mau uso da água em condomínios onera consumo em 30%

Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
2220001 visitas
 
Desenvolvido por