Untitled Document
Voltar para a Home...   sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Notícias Síndico News


6/2/2019
Como ocorre a definição de regras no condomínio
As regras que são pré definidas, trazem um convívio mais harmonioso entre os moradores e as pessoas que o administram

Fazer parte do processo é relevante e um direito de todos os condôminos, afinal, eles são os principais beneficiados
Morar em um condomínio é o sonho de muitas pessoas. Segurança, praticidade e comodidade são os pontos a favor que mais atraem diversas famílias, jovens casais ou mesmo solteiros para esse tipo de empreendimento imobiliário. Mas por se tratar de um ambiente com uma diversidade muito grande de pessoas, a harmonia deve prevalecer, de modo a evitar o estresse exacerbado.

O  bom senso nunca é a única arma a ser utilizada pelos condomínios e pelos condôminos – afinal, nem todas as pessoas possuem, digamos, esse dom – por isso, é necessário que algo seja feito para tornar obrigatórias algumas normas facilitadoras de convivência, como horário para fazer barulho, mudanças, passeios com animais, uso da piscina e assim por diante.

As regras de condomínio, que são pré definidas, trazem um convívio mais harmonioso entre os moradores e as pessoas que o administram. Só que um ponto causa um pouco de dúvida nas pessoas:  como são definidas as regras de condomínio? Quem são os responsáveis para que um condomínio seja ótimo para morar? Confira em nossa explicação como isso é feito. Entenda que você também precisa participar desse processo em alguma etapa.

Primeiramente, o conselho

As regras de condomínio são definidas, primeiramente, pelo conselho administrativo do condomínio. É ele que levanta o que deve ser discutido e acordado nas normas do prédio, com base nas informações que ele coleta em suas pesquisas. O trabalho de pesquisa costuma ser feito quando as pessoas começam a se alocar nas residências ou apartamentos.

Síndico também faz parte do processo

Após a primeira etapa que listamos acima, as normas são passadas para o síndico que dá o a opinião final antes de levar aos moradores. O síndico também faz uma análise para saber se está de acordo e se todas as regras e melhorias precisam, de fato, serem realizadas.

Reunião de condomínio

Por fim, o conselho leva todas as regras levantadas para uma assembleia geral, aberta, a todos os moradores do condomínio, mais conhecidas como a reunião, para saber a pontuação de cada um e assim, definir ou não, o que será implementado.

 



18/2/2019
Comércio dentro do condomínio, pode?
18/2/2019
Bebida alcoólica em condomínio pode gerar prisão de síndico
18/2/2019
Como manter a boa convivência em um parquinho infantil para condomínio?
18/2/2019
Condomínio pode esconder risco de acidentes com crianças.
18/2/2019
Morador não pode cultivar plantas sem o consentimento do condomínio
18/2/2019
Período de chuvas requer atenção de condomínios
15/2/2019
Vantagens e Desvantagens de piscina no condomínio
15/2/2019
Condomínios devem seguir normas de segurança e saúde no trabalho
15/2/2019
O calor atraiu alguma praga de insetos para o seu condomínio?
15/2/2019
Ar-condicionado fica na caixa: prédios não têm estrutura para instalação

Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
1933508 visitas
 
Desenvolvido por