Untitled Document
Voltar para a Home...   terça-feira, 26 de setembro de 2017
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Artigos
TERCEIRIZAÇÃO

Revolução na execução dos serviços
A globalização da economia, concorrência com produtos importados, elevação da carga tributária, crescente custo com mão-de-obra especializada
A globalização da economia, concorrência com produtos importados, elevação da carga tributária, crescente custo com mão-de-obra especializada, etc., fizeram com que as empresas buscassem novos métodos de gerenciamento e de produção. O grande desafio é se manter competitivo tanto em qualidade quanto em preço, como condição básica para a sobrevivência.
Nesse contínuo processo de aperfeiçoamento do gerenciamento e de redução de custos, as empresas adotaram a terceirização, para a execução de serviços. Nos últimos 15 anos foram criados milhares de empresas de terceirização de serviços no Brasil, de ampla utilização tanto pelo setor público como pelo privado.
Uma empresa de terceirização nada mais é do que um grande departamento de recursos humanos, que cuida exclusivamente do recrutamento, seleção, contratação, treinamento e colocação de profissionais nas diversas funções, de acordo com a experiência e aptidão de cada um. Essa é a razão do sucesso e da penetração do processo de terceirização junto aos condomínios residenciais e comerciais. Afinal, condomínio não é empresa, nem objetiva lucro, e muito menos tem condôminos disponíveis para gerenciar empregados nos seus afazeres, verificando se são eficientes em suas funções, e se seus salários estão condizentes com os serviços executados. Nem faz sentido exigir que o síndico dedique parte do seu tempo na fiscalização dos empregados, verificar se as horas extras foram realmente trabalhadas, se o zelador está fora do seu apartamento trabalhando, etc.
A terceirização é a verdadeira revolução na execução de serviços condominiais porque a terceirizadora é quem faz todo o trabalho de supervisão dos serviços, da disciplina, da escala de folga, da limpeza, enfim, tudo o que for necessário fazer para manter os condôminos satisfeitos com sua contratada. O condomínio deixa de ser empregador, elimina folha de pagamento, horas extras, encargos trabalhistas, cesta básica, transporte, uniformes, etc. A terceirização é a única ferramenta legal disponível, que permite melhorar substancialmente a qualidade dos serviços, ao mesmo tempo em que reduz os custos com pessoal entre 20% e 30%.
Se os serviços não são executados a contento, troca-se o empregado; se os empregados não se fixam em seus postos, troca-se a empresa. É simples assim. Tudo se resume na identificação e contratação de uma empresa idônea, que garanta em contrato total isenção do risco trabalhista com seus empregados; competente, que garanta em contrato que não haverá rodízio de empregados, e sólida o suficiente para financiar o condomínio no pagamento do passivo trabalhista dos empregados que serão substituídos pelos terceirizados. O pagamento desse financiamento é feito com a própria economia proporcionada pela terceirização, de maneira a não exigir qualquer arrecadação extra. Mas existem empresas assim? Existem! Basta consultar condomínios terceirizados, e se informar com síndicos e zeladores sobre a experiência que estão tendo com sua terceirizadora.

Etore Fuzetti
etore@replaceporterceirizado.com.br
 



  Untitled Document






Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
1006382 visitas
 
Desenvolvido por