Untitled Document
Voltar para a Home...   segunda-feira, 20 de novembro de 2017
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Artigos
JURÍDICO

Os condomínios têm que estar atentos à área de segurança e prevenção contra incêndios
Face à tragédia de Santa Maria, que vitimou mais de 230 jovens em uma casa de eventos, cabe refletirmos sobre a área de Prevenção

Face à tragédia de Santa Maria, que vitimou mais de 230 jovens em uma casa de eventos, cabe refletirmos sobre a área de Prevenção e Combate a Incêndios nos condomínios, uma vez que esses fatos não ocorrem somente em locais de shows. No mês de janeiro, tivemos um incêndio em um prédio na região central da capital, mais precisamente no Bom Retiro, e que também teve vítimas. É de suma importância que os síndicos atentem à importância em atuarem preventivamente neste setor, uma vez que, além dos prejuízos humanos e materiais que possam acarretar à comunidade condominial, o próprio pode responder civil e criminalmente em caso de omissão sobre este assunto. Para tanto, o síndico deve atentar para os seguintes itens com relação à segurança contra incêndios:
1) Brigada contra incêndio: é obrigatória e deve ser realizada anualmente;
2) Extintores, mangueiras e hidrantes: atentar para correta instalação e manutenção;
3) Porta corta-fogo: tem que ser instalado em todos andares e desobstruídas;
4) Seguro: cobertura com apólice obrigatória para todos prédios;
5) Alarme contra incêndio e splinkers: obrigatório nos prédios comerciais;
6)Escadas: devem estar sempre desobstruídas. Atentar para os corrimões e iluminação de emergência;
7) Rota de fuga e sinalização: todos prédios devem ter rota de fuga sinalizada com cartazes fotoluminescentes e claros;
8) AVCB:  Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros é um laudo válido por três anos, para condomínios residenciais ou comerciais;
9) Produtos inflamáveis: Evite guardar um volume muito grande de produtos químicos e inflamáveis no condomínio, principalmente nas garagens;
10) Elevadores:  jamais devem ser usados em casos de incêndio;
11) Plano de emergência: é importante que todo prédio tenha o seu plano personalizado e com pessoal bem treinado para executá-lo;
12) Parte elétrica: Muitos incêndios começam devido a curtos-circuitos, fique atento a sistema elétrico antigo ou sem manutenção.
Procurando cuidar desses itens, com certeza estará aumentando a segurança dos moradores e prevenindo possíveis problemas, muitas vezes irreversíveis.

José Elias de Godoy
Especialista de Segurança em
Condomínios e autor dos livros
“Manual de Segurança em
Condomínios’’ e “Técnicas de
Segurança em Condomínios”.
elias@suat.com.br



  Untitled Document





Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
1120572 visitas
 
Desenvolvido por