Untitled Document
Voltar para a Home...   terça-feira, 26 de setembro de 2017
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Artigos
SEGURANÇA

Os condomínios são alvos das drogas
Pesquisas têm mostrado que cerca de 70% de todo e qualquer crime tem relação com as drogas

No final de julho, a imprensa noticiou um fato envolvendo ocorrência de tráfico de entorpecentes em um condomínio na região de Sorocaba/SP e foi veiculado da seguinte forma: “Jovem é preso com drogas dentro de condomínio em Sorocaba, SP (Polícia Militar fez apreensão depois de receber denúncia anônima.) 
A Polícia Militar prendeu um jovem de 26 anos por tráfico de drogas dentro de um condomínio da Zona Norte, em Sorocaba (SP). Segundo a PM, a apreensão foi feita depois de uma denúncia anônima para a polícia. A prisão foi na quarta-feira (24). “

Fonte: http://g1.globo.com/ de 25/07/13

O problema das drogas, há muito tempo, vem se tornando um flagelo para nossa sociedade, pois seu consumo tem aumentado consideravelmente a violência social. Pesquisas têm mostrado que cerca de 70% de todo e qualquer crime tem relação com as drogas, o que reforça o binômio Drogas X Violência, provando que ambas caminham juntas.
Estudos comprovam que a dependência química é uma doença e não um desvio de caráter. Ou seja, a droga é simplesmente um efeito, uma consequência dessa doença, pois o dependente possui razões internas, na maioria das vezes psicológicas, para buscar as drogas.
 O uso e tráfico de drogas, que antes ocorria com frequência nas ruas e nas escolas já estão chegando aos condomínios, de uma forma assustadora e preocupante, apesar de todas precauções e controle que se tem tomado para evitar esse mal. Tem-se tornado corriqueiro achar restos de drogas, tal como maconha, “cachimbos” de fumar crack e “pinos” de cocaína nas áreas comuns e escadas de emergência de edifícios residenciais, sinal que essas substâncias psicoativas têm  encontrado consumidores e acesso fácil nos conjuntos residenciais.
 Sabe-se hoje que a idade média do primeiro contato com drogas ilegais dá-se aos 12 anos.
Diante disto, surge a necessidade imperiosa da prevenção ao uso de drogas, em nosso caso específico, nos condomínios, precaução que deve atingir pais, adolescentes, crianças, funcionários, enfim, todas pessoas ligadas ao prédio, quer sejam moradores ou empregados. A educação preventiva vem sendo reconhecida como a grande saída para diversos males que assolam nossa sociedade, e existem inúmeras atividades a serem realizadas, todas elas  devendo, obrigatoriamente, estimular a informação e o diálogo na família a respeito desse enorme problema, que afeta a todos, sem distinção de sexo, raça ou classe social.
 Atualmente, existem profissionais especializados e com grande experiência no assunto, que proferem palestras no próprio edifício, visando a conscientização de todos e a prevenção ao uso de drogas no interior dos condomínios. Somente a educação preventiva funcionaria como uma vacina contra esse tão grande mal, além de se promover o controle e monitoramento da áreas comuns através de equipamentos eletrônicos de segurança e pessoal preparado para agir contra esse mal que assola os conjuntos residenciais.  

José Elias de Godoy
Especialista de Segurança em
Condomínios e autor dos livros
“Manual de Segurança em
Condomínios’’ e “Técnicas de
Segurança em Condomínios”.
elias@suat.com.br



  Untitled Document





Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
1006403 visitas
 
Desenvolvido por