Untitled Document
Voltar para a Home...   terça-feira, 21 de novembro de 2017
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Artigos
SEGURANÇA

O condômino tem que fazer a diferença
Não é somente o síndico, administradora ou os funcionários os únicos responsáveis pela segurança dos condomínios.

Não é somente o síndico, administradora ou os funcionários os únicos responsáveis pela segurança dos condomínios. O morador tem que dar sua parcela de contribuição, a fim de que haja uma proteção mais efetiva. Esta participação é fundamental para que os riscos possam ser detectados, controlados, minimizados e que sejam reduzidos no interior dos condomínios. Para tanto, é necessário que os condôminos atentem para algumas medidas básicas de segurança, que fazem a diferença:
• participar ativamente de comissões, reuniões e assembléias convocadas pelo síndico;
• compreensão e colaboração são atitudes fundamentais para a proteção do condomínio;
• trazer dados e informações sobre segurança,  no intuito de melhorar o nível de proteção do condomínio;
• elogiar as ações preventivas dos funcionários que visam garantir a segurança de todos os condôminos, mesmo quando estas representem algum transtorno para si ou para suas visitas;
• ao chegar ou sair do condomínio, observe se não há pessoas estranhas ou em atitudes suspeitas rondando suas entradas, aguarde ou dê voltas até sentir-se em segurança;
• nos casos em que o condômino possua carro com insulfilm, o mesmo deverá abaixar o vidro para que o porteiro faça a devida identificação;
• os condôminos deverão seguir as regras estipuladas para o trânsito interno do condomínio, lembrando ainda que o novo Código Nacional de Trânsito define que as ruas internas do condomínio são logradouros públicos para efeito de fiscalização de trânsito;
• ao contratar empregados domésticos, exigir documentação com referências, antecedentes criminais, averiguando sua autenticidade e veracidade de informações;
• as chaves de todas as dependências não devem ser deixadas com os empregados, mantendo a de alguns cômodos isolados, assim como não deixar cópias de chaves principais na portaria.
Observando estas e outras regras básicas, o condômino estará cooperando e fazendo sua parte em prol da Tranqüilidade e Segurança de sua família, assim como dos demais moradores.



José Elias de Godoy
Especialista de Segurança em Condomínios
e autor dos livros
“Manual de Segurança em Condomínios’’
e “Técnicas de Segurança em Condomínios”.
elias@suat.com.br



  Untitled Document





Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
1122500 visitas
 
Desenvolvido por