Untitled Document
Voltar para a Home...   sábado, 23 de setembro de 2017
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Artigos
MANUTENÇÃO

Entrada e saída: Atenção com os portões do condomínio
Especialistas garantem que o controle no fluxo de pessoas e carros garante uma importante diminuição nas chances de crime

Os portões são elementos importantes no quesito segurança de um condomínio. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo, em 2010, 77% dos crimes foram realizados com a entrada dos bandidos pela porta da frente. Especialistas garantem que o controle no fluxo de pessoas e carros garante uma importante diminuição nas chances de crime. Por isso, é importantíssimo ter cuidado e fazer a manutenção correta dos equipamentos. Qualquer descuido pode custar muito caro.

"Quando assumi como síndica do condomínio, o maior problema, realmente, era o portão. De tempos em tempos ele quebrava. Nestas ocasiões, tínhamos de manter o portão completamente aberto, em horários de pico. Era um contrassenso já que montamos um esquema de segurança com controle remoto e botões de pânico", conta Aline Fujita, administradora de condomínio em São Paulo.

Isto tudo ocorria por causa de uma roldana desgastada, fruto de manutenções canceladas em gestões passadas para cortar custos. "Após a troca da roldana, voltamos a ter problemas, porque o motor já estava avariado. No final das contas, tivemos que trocar o motor inteiro. Isso tudo por não ter realizado as manutenções de forma adequada", complementa.

Porém, quando o problema é diagnosticado corretamente, a melhor solução pode ser encontrada. A dor de cabeça começa quando o diagnóstico é equivocado e gera gastos constantes, sem obter real solução. Este entrave é comum, muitas vezes causados na procura por preços mais baixos, sem garantia de capacitação da empresa.

"O problema começou quando levantamos três orçamentos que nosso estatuto exige. A empresa com o menor preço foi contratada e começou uma grande discussão, pois o rapaz insistia que o defeito no portão era estrutural e que só seria resolvido trocando o motor por um mais potente. Foi um stress e tivemos diversas discussões até conseguirmos consenso entre os condôminos para trocar por outra empresa. A nova prestadora identificou o problema real." relata Felipe Durante, conselheiro de um condomínio de Santo Amaro.

Os problemas, normalmente, começam extremamente simples, em componentes específicos como uma roda dentada em péssimo estado, trilho torto ou nos rolamentos danificados. Estes pequenos problemas costumam ser corrigidos de forma inadequada, por pessoas não capacitadas. Aparentemente, o problema é solucionado mas, na verdade, apenas prolonga o esforço a mais que o motor realiza.

Com o passar do tempo, invariavelmente, o motor começa a fraquejar e apresenta as primeiras falhas de funcionamento. Os desavisados podem pensar que o problema é só nele. Porém, se não corrigirem as falhas no sistema como um todo, o defeito será reincidente.


Cuidando da segurança

O contrato de uma empresa de manutenção pode parecer custoso, mas caso ocorra algum acidente, como a queda de peça em cima de um carro, o prejuízo é grande, tanto financeiro com o reparo, quanto na imagem da administração do edifício.

Uma inspeção mensal é recomendada para diminuir ao máximo as surpresas desagradáveis. Pode parecer excesso, mas avaliemos: um edifício de tamanho médio tem pelo menos, 30 apartamentos. Se cada apartamento possuir um veículo, o portão é acionado mais de 100 vezes diariamente. E este é um exemplo simples, já que não é incomum vermos condomínios com centenas de unidades.

Nestas vistorias existem pontos que são extremamente importantes, como:


Cabos de aço - itens essenciais e, normalmente, possuem curta vida útil. Formado por diversos cabos mais finos, com o tempo eles se rompem por causa da força exercida. Devem ser trocados assim que este sintoma for identificado.

Roldanas - são as rodas por onde os cabos passam. Este item deve estar lubrificado, tanto onde o cabo passa quanto dentro, no qual ele gira. Deve-se também certificar que o sistema está bem fixo.

Porca acionada - é o ponto dentro do motor, no qual se apoia todo peso do portão. Este é um item essencial e que não dá grandes sinais de desgaste.

Rolamentos - são peças que diminuem o atrito entre as partes que giram, aumentando a eficiência do dispositivo. Estas peças estão em diversas partes do sistema. Algumas suportam muito peso e devem sempre estar corretamente apertadas e lubrificadas para que funcionem corretamente.

Trilhos - são perfis, normalmente construídos de aço, que formam o caminho que o portão percorre. Esta é uma das partes mais ignoradas do sistema. Os trilhos devem estar íntegros, lubrificados, completamente alinhados, pois quanto mais tortos, mais força o motor fará, e maior desgaste de todo o sistema.

Pintura - é importante verificar a integridade, pontos de ferrugem e desgastes.



  Untitled Document





Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
1001744 visitas
 
Desenvolvido por