Untitled Document
Voltar para a Home...   domingo, 23 de julho de 2017
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Artigos
TERCEIRIZAÇÃO

Cuidados na contratação da terceirização!

Riscos na contratação da terceirização de serviços, assim como na contratação de administradora, sempre existem, e todo cuidado é pouco. Identificada a empresa que apresentou as melhores qualificações, deve-se verificar três aspectos: sua legalidade; idoneidade e competência.
É expressivo o número de empresas que apresentam propostas, sem estarem devidamente legalizadas para a prestação de serviços. Possuem “escritórios em São Paulo”, porque estão sediadas em outros Estados, não estão filiadas aos sindicatos da categoria, e a atividade de terceirização de serviços que exercem não é compatível com o objetivo e finalidade constante, tanto no CNPJ como no registro na Junta Comercial (se é que existe). Existem empresas que fazem publicidade e se apresentam com uma denominação social e, na hora da contratação, apresentam contrato de outra empresa “associada do grupo”. Se essas empresas não se preocupam com a sua própria situação, vão se preocupar com a de seus empregados, ou com seus condomínios clientes?
Outro risco para o condomínio é quanto a idoneidade da empresa. Infelizmente, a prática de pagamento de parte dos salários dos empregados por fora da folha é muito comum. Chega a corresponder a 1/3 do total dos ganhos. Horas extras, por exemplo, não são reconhecidas ou, são pagas por fora e, com isso, não se paga o descanso semanal remunerado (DSR), e sonegando o INSS e o FGTS. Por conseqüência, no 13º e nas férias anuais, os empregados recebem apenas a média constante nos holerites mensais, ignorando-se as horas extras e o DSR. Cerca de 200 auditores da Receita Federal deflagraram a “Operação Gênese”, cruzando informações do imposto de renda com as contribuições previdenciárias. Estima-se que cerca de 240 empresas prestadoras de serviços, envolvendo 26.100 empregados, estão nessa investigação. As que acabarem sendo fechadas poderão causar pesadas perdas para os condomínios, que respondem subsidiariamente pela indenização dos empregados.
Finalmente, a única maneira de assegurar se a empresa é, de fato, competente, é telefonando ou visitando os condomínios dados como referência. É a oportunidade para tirar duvidas a respeito da forma como os salários são pagos, e da experiência que estão tendo. Confira se, de fato, a empresa cumpre todos os serviços oferecidos na proposta, como supervisão 24 horas, se tem porteiros folguistas, conexão via rádio com as portarias, etc.
Apesar de todas as advertências acima, não há razões para preocupações. Existem empresas de terceirização que primam pela transparência e seriedade nas suas atividades. Empresas que estão no mercado pensando no longo prazo, preocupadas com sua imagem, e principalmente com a satisfação de seus clientes.

Etore Fuzetti
etore@replaceporterceirizado.com.br
 




  Untitled Document






Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
947938 visitas
 
Desenvolvido por