Untitled Document
Voltar para a Home...   sábado, 18 de novembro de 2017
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Artigos
IMPERMEABILIZAÇÃO

Cerca de 80% dos condomínios de SP apresentam problemas de infiltração
O mercado de construção civil mostra que 80% dos condomínios da grande São Paulo apresentam infiltrações
Dados do mercado de construção civil mostram que 80% dos condomínios da grande São Paulo apresentam problemas graves de infiltração, causados pela falta de impermeabilização e reformas. Dor de cabeça para o proprietário do imóvel, mas também para o síndico, responsável por administrar e conscientizar os condôminos da importância de se fazer a correta impermeabilização, tema não muito compreendido pela população. Por isso, a Lwart Química, empresa que fabrica sistemas impermeabilizantes, levou para a Expo Síndico orientações sobre o assunto, por meio do Programa Lwart Umidade Zero, específico para a impermeabilização e restauração de condomínios residenciais e comerciais, cujos principais diferenciais são a garantia do material, oferecida pelo fabricante e a visita gratuita do engenheiro ao local.
“O assunto é de extrema relevância para o segmento, por tratar-se de um dos itens mais importantes de uma obra. A maioria das pessoas, no entanto, não tem conhecimento da dimensão do problema que pode ocorrer para um imóvel que não é impermeabilizado”, explica a engenheira civil Maria Christina Zacchello, coordenadora do Programa Lwart Umidade Zero.
 O estado de conservação de áreas comuns dos edifícios reflete no preço do imóvel para compra e venda. Daí a importância da manutenção periódica, que inclui o cuidado permanente com a impermeabilização, item responsável por garantir qualidade, durabilidade, conforto e salubridade de um imóvel. Sem ela, inúmeros problemas podem ocorrer, entre eles: infiltração, mofo, corrosão da estrutura do imóvel, curtos circuitos e até a queda da estrutura, em casos extremos. Outro ponto que merece atenção é que a impermeabilização tem uma vida útil de cerca de 20 anos.
Um prédio em bom estado é, sem dúvida, muito mais valorizado do que os que aparentam desgaste e necessidade de reparos. Mas como encontrar a melhor solução para alguns problemas que ocorrem na estrutura do prédio como, por exemplo, a água que fica retida dentro da laje, causando a sua corrosão e um rompimento futuro, mas que ninguém vê?
“Um problema constantemente encontrado em lajes do térreo serve de exemplo: os vazamentos de água em ralos e juntas de dilatação, que causam estragos em automóveis no subsolo. Neste caso, o comum é que o síndico chame uma empresa para fazer a impermeabilização para resolver o problema local, onde a infiltração é visível. Só que o vazamento pode estar num ponto distante dali”, explica a engenheira civil.
Maria Christina enfatiza que o vazamento pode acontecer, por exemplo, por causa de um pequeno parafuso colocado no local para fixar o novo sistema de segurança do edifício, por exemplo. Esse mesmo parafuso, inocente, fura a manta asfáltica, que está por baixo do piso do térreo, e que, por isso mesmo, “ninguém lembra que ela existe”, ressalta.
Outros problemas comuns causados pela ação do tempo e que são encontrados durante inspeções prediais são: ferragens expostas em estruturas, instalações inadequadas de equipamentos que danificam o sistema impermeabilizante e outras anomalias invisíveis aos olhos dos que não são profissionais.
A empresa que realiza uma obra de impermeabilização deve orientar o síndico e os funcionários do condomínio a respeito dos cuidados que devem ser tomados no dia-a-dia. Os responsáveis pela manutenção do edifício devem estar sempre atentos para identificar a verdadeira raiz de cada problema, de preferência com o suporte de quem entende de estruturas.
Alguns tipos de vazamentos, como os de piscinas e reservatórios, podem ser detectados pelos seguintes sinais:
• conta de água com aumento anormal e sem origem aparente;
• poças de água ou grama crescendo em uma determinada área próxima à piscina/reservatório;
• piso cedendo na área ao redor;
• constante ou anormal necessidade de completar o nível da água (piscina);
• existência de trincas ou rachaduras internas ou no piso adjacente. As trincas de revestimento podem ter origem em trincas na estrutura.






  Untitled Document





Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
1117155 visitas
 
Desenvolvido por