Untitled Document
Voltar para a Home...   sábado, 23 de setembro de 2017
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Artigos
INDIVIDUALIZAÇÃO

Câmara aprova medidor individual
A briga por uma conta justa de água nos condomínios pode estar chegando ao fim
A briga por uma conta justa de água nos condomínios pode estar chegando ao fim. A instalação de um medidor individual em cada uma das unidades condominiais, que está no projeto de lei do deputado Alexandre Cardoso, foi aprovada pela Câmara. Após a aprovação na Comissão de Constituição e Justiça e Cidadania (CCJ), a proposta espera a análise do Senado.
Essa medida acabará com reclamações como a do condômino, de um edifício residencial da Praça da Árvore, que não quis se identificar. “Eu moro com meu filho apenas. O apartamento é grande e as outras unidades são todas do mesmo tamanho. Só que tem famílias de cinco e até seis pessoas, que consomem muito mais água do que a gente. Eu acabo pagando o mesmo que eles no rateio geral. A individualização vai colocar fim nessa injustiça”, comemorou.
A medição individual do consumo de água faz o morador pagar o que realmente consumiu durante o mês, tirando a preocupação de carregar o vizinho nas costas. A individualização acaba com o costume de quem não paga a taxa condominial e, mesmo assim, tem sua unidade abastecida.
O consumo do condomínio individualizado com hidrômetros tem uma redução, em média, de 30%, logo no primeiro mês. A alteração brusca no consumo, de uma hora para outra, é um indício de problema no encanamento. Com um controle mais confiável, os condomínios poderão encontrar e consertar os vazamentos com mais precisão.
A individualização do consumo pode ser feita de maneira remota/eletrônica ou convencional. Este método consiste na adequação do condomínio, com a colocação de medidores eletrônicos nas respectivas prumadas, em cada apartamento. A individualização convencional deve ser feita, de preferência, em prédios de até duas prumadas de consumo de água por apartamento. Isso consiste na implantação de tubulações individuais para cada unidade, com seus respectivos medidores posicionados na laje do último andar (medidores externos ou abrigados).
As adaptações do sistema utilizadas, atualmente para abastecimento de água aos apartamentos, costumam sofrer poucas alterações. Sendo assim, a instalação do novo sistema não implicará em mudança ou alteração do aspecto estrutural do edifício.
Todos sabem o quanto água é importante para nossa existência. Os recursos hídricos, a cada dia, ficam mais escassos devido ao uso incorreto. O grande desafio da nossa população é saber reutilizar e direcionar a água, de modo que as novas edificações saibam tratá-la.

  Untitled Document





Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
1001739 visitas
 
Desenvolvido por