Untitled Document
Voltar para a Home...   domingo, 23 de julho de 2017
Siga-nos no Twitter...
Voltar para a Home...

Artigos
VERÃO

As merecidas férias
Nada mais justo oferecer espaços de diversão para o pessoal, mas as regras precisam ser mantidas da mesma maneira que ocorre durante o ano letivo
Janeiro é aquele mês que gostamos de curtir o sossego. Não só quem está de férias, mas até quem trabalha no começo do ano se sente tranquilo com a cidade mais vazia. Nem sempre essa tranquilidade atinge os condomínios. Quem não viaja neste período, acaba utilizando áreas comuns como um quintal para seus filhos.
Nada mais justo oferecer espaços de diversão para o pessoal, mas as regras precisam ser mantidas da mesma maneira que ocorre durante o ano letivo. Na questão das crianças, é preciso ter tolerância e não arrumar confusão com os pais por qualquer motivo. A comunicação constante é uma grande aliada.
As informações trocadas proporcionam uma convivência pacífica, sem acusações. Claro que a disciplina precisa ser mantida, mas sempre evitando o autoritarismo. Um canal aberto ao diálogo pode ser chave para falhas que o síndico nunca suspeitou. Ele deve pedir sugestões de melhorias constantemente.
É bom pedir o comprometimento de todos os condôminos. Esta é outra chave para um período de férias harmonioso. Os pais são os responsáveis por ensinar algumas regras aos filhos, evitando delegar responsabilidades impróprias ao síndico ou zelador.

Espaços divertidos
No mercado, existe uma infinidade de produtos para parquinhos . Casinhas, balanços, escorregadores e outros itens possuem normas de segurança. Cabe ao síndico conferir a qualidade de cada um antes de realizar a compra. Os playgrounds já instalados necessitam de manutenção adequada para prevenir acidentes.
Os salões de jogos costumam atrair gente de todas as idades. Seja para jogar sinuca, pebolim, ping pong ou cartas. Para evitar discussão, o pessoal pode entrar num acordo quanto aos horários de utilização para cada faixa etária. Câmeras ou a supervisão esporádica do zelador evitam a depredação do local.
A utilização das quadras pode seguir as mesma regras do salão de jogos quanto aos horários. Como envolve esportes de maior contato, estes espaços esportivos merecem um cuidado maior. A manutenção garante a ausência de fissuras no solo, ferrugem nas traves e tabelas. O zelador deve observar a condição das quadras diariamente.

Piscinas
Neste período de estiagem, alguns condomínios têm restringido a utilização da piscina durante a semana, liberando apenas aos sábados e domingos. Esta medida diminui o consumo.  A limpeza e manutenção das piscinas demanda de uma grande quantidade de água. Como todos nós (ou quase todos) temos nos esforçado para evitar o desperdício, devemos fazer o uso racional do precioso fluído também nos espaços de lazer.
No restante, a manutenção da piscina segue a mesma com checagem das bomba, filtros, aspiradores, mangueiras, cestos, escovas e pré-filtros. Deve haver o trato rigoroso e controle dos hábitos dos frequentadores, pois do contrário, corre-se o risco da piscina se transformar em um foco de problemas.

Regras
• Pessoas com complicações cardiológicas ou de pele, como micose, não podem usar a piscina.
• Benefícios só serão conseguidos se os moradores usarem disciplinarmente a piscina, obedecendo os procedimentos de higiene.
• A presença de uma pessoa no local impõe ordem e respeito, evitando que o espaço de lazer fique deteriorado. Por meio da carteirinha com exame médico atualizado, um funcionário controla a entrada, impedindo as pessoas que não moram no prédio de usarem a piscina.
• Manter a água tratada o ano todo, visando dois aspectos. Primeiro, em benefício da saúde das pessoas, segundo em garantir economia para o condomínio.
• Filtrar diariamente a água de acordo com o período recomendado pelo fabricante do filtro. A filtragem mantém a água transparente e oxigenada, além de remover matéria em suspensão e coloidal.
• Verificar e corrigir, se necessário, o pH da água no mínimo uma vez por semana, ou sempre que ocorrerem chuvas intensas ou reposição de água.
- Se a piscina não possui skimer fixo ou flutuante, remover diariamente folhas, insetos e qualquer impureza que flutue na água.
• Escovar as paredes e o fundo da piscina pelo menos uma vez por semana ou quando necessário. Este procedimento deve ser realizado sempre no dia anterior à aspiração.
• Utilizar corretamente os produtos saneantes (bactericida, algicida e fungicida) seguindo rigorosamente as instruções dos fabricantes constantes no rótulo dos produtos.



  Untitled Document





Untitled Document

Jornal Sindico News - Editora Santa Luiza Ltda.
Tel: 11 5573-0333 - São Paulo - contato@sindiconews.com.br
© COPYRIGHT 2012 - Todos os direitos reservados
 
947949 visitas
 
Desenvolvido por